Detalhe do produto

Pequena introdução à filosofia

Livro Impresso ISBN: 9788522507832 Edição: 1 Ano: 2009 Largura: 12.00 cm Comprimento: 17.00 cm Peso: 180 gramas Número de Páginas: 204

Outro Formato

Ebook

SAIBA MAIS

Pequena introdução à filosofia

Autor(es): Françoise Raffin
Obras do autor

A Filosofia seria apenas uma doutrina? Ou ainda, um simples conjunto de opiniões? Para Françoise Raffin, ela é, antes de tudo, um caminho de aproximação e de problematização do real. Por meio de uma linguagem clara e acessível, este livro destaca a importância das distinções conceituais e mostra como a experiência provoca a interrogação, abrindo questões para a reflexão humana. Por meio de grandes textos filosóficos da tradição e da modernidade, a autora esclarece conceitos de forma a exercitar o espírito crítico do leitor, propondo também temas para reflexão. Dessa maneira, une a análise de diferentes noções filosóficas para pensar no presente.

Este título da Série Filosofia integra a Coleção FGV de Bolso, voltada para a produção de obras de síntese sobre os mais diversos temas das ciências humanas e sociais. Destina-se a estudantes, professores e profissionais interessados em conhecer de maneira rápida e eficaz, por meio de textos claros e acessíveis, os assuntos tratados em cada volume.

Introdução
1. A filosofia como experiência
2. A filosofia como método

Primeira parte
Linguagem e experiência

 

Capítulo 1
A ilusão da imediatidade
1. A consciência ingênua
A. Uma confiança espontânea
B. Uma desilusão inevitável
2. Decepção e superação
A. A negatividade da experiência
B. A abertura da experiência

 

Capítulo 2
A pré-compreensão
1. O preconceito
A. A noção de preconceito
B. Preconceito e condição humana
C. Lutar contra os preconceitos
D. Os preconceitos, condições de compreensão
2. A opinião
A. A função prática da opinião
B. Insuficiência teórica da opinião
C. A opinião é um intermediário

 

Capítulo 3
Autoridade e tradição
1. O princípio de autoridade
A. O dogmatismo das autoridades
B. A crítica exemplar da ciência moderna: Galileu
2. A autoridade da razão
A. A razão contra os “doutos”
B. Autoridade e liberdade


Segunda parte
A ambiguidade da experiência

 

 

Capítulo 4
O impulso da experiência
1. O espanto
A. O espanto, despertar para a filosofia
B. O espanto, abertura para o pensamento
C. O espanto, obstáculo à filosofia
D. A racionalidade contra o espanto
2. A admiração
A. Uma paixão bastante singular
B. A paixão da razão?

 

Capítulo 5
A experiência da dúvida
1. A dúvida corriqueira
2. O uso filosófico da dúvida
A. A aporia* socrática
B. A dúvida metódica de Descartes
C. Dúvida metódica e dúvida cética

 

Capítulo 6
O choque da experiência
1. A experiência do escândalo
A. As ambições frustradas
B. O impulso rompido
2. A exigência de racionalidade
A. A busca da inteligibilidade
B. A ideia de justiça

 

Terceira parte
A incitação da experiência

 

Capítulo 7
O que é um diálogo?
1. Conversar
2. A exemplaridade do diálogo platônico
A. Em busca da definição
B. As regras do diálogo
3. Os avatares do diálogo
A. O diálogo impossível
B. O simulacro de diálogo
C. “A inaptidão para o diálogo”
4. O fundamento do diálogo

 

Capítulo 8
Refutação e polêmica
1. Nem tudo é refutável
A. Não se refuta o vago
B. Não se refuta uma demonstração
C. Não se refuta uma filosofia
2. Refutar não é polemizar
A. Refutar é raciocinar
B. Polemizar é combater
3. Refutação sofística e refutação filosófica
A. A refutação do sofista
B. A refutação do filósofo

 

Capítulo 9
Figuras do debate
1. A ideia de debate
A. A emergência do debate
B. A escolha do debate
2. As diferentes formas de debate
A. O debate científico
B. O debate jurídico
C. O debate filosófico

 

Quarta parte
A experiência do pensamento

 

Capítulo 10
As máximas do senso comum
1. Pensar por si mesmo
2. Pensar colocando-se no lugar do outro
3. Pensar de acordo consigo mesmo

 

Capítulo 11
Aprender a pensar
1. Aprender filosofia?
A. O que é um filósofo?
B. Conhecimento histórico e conhecimento racional
2. Ler os filósofos?
A. Ler os filósofos?
B. Os impasses da leitura
C. História e ciência
D. Devemos então deixar de lado os autores?
3. Tradição e liberdade
A. Como então aprender a pensar?
B. Pensando os grandes pensamentos

 

Capítulo 12
O sentido do problema
1. A abordagem problemática na filosofia
C. A abordagem problemática
D. A leitura problematizante
E. A obra, figura da problematização
2. Problematização, problema, problemática
A. A problematização
B. O problema
C. A problemática
3. Abordagens exemplares
A. A procura e o exame dos pressupostos: Platão
B. A construção do problema: Rousseau

 

Quinta parte
A experiência da verdade

 

Capítulo 13
A mediação simbólica
1. Não se pode ver sem interpretar
2. A noção de símbolo

 

Capítulo 14
O poder das imagens
1. Língua de palavras e língua de termos
2. A figura geométrica
A. A geometria como propedêutica*
B. A figura geométrica
C. A necessária superação da geometria
3. O mito
A. A narrativa mítica
B. Mito e logos
C. Mito e diálogo

 

Capítulo 15
Rigor e ambiguidade
1. A palavra e o conceito
A. Da palavra ao conceito
B. A palavra contra o conceito
C. Conceito científico e conceito filosófico
2. Poesia, ciência e filosofia
A. O triunfo da ambiguidade
B. O rigor contra a ambiguidade
C. O rigor e a ambiguidade

 

Notas
Glossário
Bibliografia sugerida

 

Impresso

R$ 24,00

COMPRAR