Detalhe do produto

Nova história das grandes crises financeiras: uma perspectiva global, 1873-2008

Livro Impresso ISBN: 9788522518753 Edição: 1 Ano: 2016 Largura: 16.00 cm Comprimento: 23.00 cm Peso: 690 gramas Número de Páginas: 348

Outro Formato

Ebook

SAIBA MAIS

Nova história das grandes crises financeiras: uma perspectiva global, 1873-2008

Autor(es): Carlos Marichal
Obras do autor

Esta obra, traduzida por Eduardo Lessa Peixoto de Azevedo, apresenta o estudo de seis épocas consecutivas, porém diferentes, da história econômico- financeira do último século e meio, com base em uma ampla literatura de economistas e historiadores. Começa por uma revisão das crises financeiras à época de uma globalização econômica preliminar, que se situa entre a derrocada de 1873 e a deflagração da Primeira Guerra Mundial em 1914. Passa à análise do período de entreguerras e ao debate sobre as causas da Grande Depressão dos anos 1930, fazendo referência à ampla polêmica que sustentam os especialistas sobre o tema e que prossegue até nossos dias.

Introdução
Passado, presente e teoria

1. A primeira globalização: as crises financeiras na época clássica do capitalismo liberal, 1873-1914
A primeira crise financeira mundial: 1873
A decolagem da globalização financeira e o padrão ouro
A primeira crise dos mercados emergentes: as crises de 1890-91
A crise de 1893 na América do Norte
As crises de 1907 e 1914
As crises de 1914 e a criação do Federal Reserve Bank

2. O colapso financeiro de 1929: por que houve uma grande depressão nos anos 1930?
Da guerra à paz instável: a crise de 1920-21
As reparações e a hiperinflação alemã de 1922-23
O regresso ao padrão ouro: 1925-28
O auge internacional das bolsas nos anos 1920
O crash de Wall Street em 1929 e suas consequências
Fracasso da cooperação internacional e abandono do padrão ouro
Respostas da economia política à crise: New Deal nos Estados Unidos
Consequências perversas da crise: nazismo na Alemanha dos anos 1930
América Latina nos anos 1930: crise e recuperação


3. As finanças mundiais na era de Bretton Woods, 1944-71: por que houve tão poucas crises?
O desenho de uma nova ordem internacional em meio às ruínas da anterior
Blocos de poder e Guerra Fria: a estabilidade simétrica
A época de ouro do desenvolvimento econômico, 1950-73
Instabilidade monetária na Europa e nos Estados Unidos nos anos 1960

4. Origens da globalização contemporânea, 1973-90: por que houve o clímax e a crise da dívida externa dos países em desenvolvimento?
Post mortem de Bretton Woods, 1971-73: longa recessão e estagflação nos anos 1970
O tobogã financeiro internacional dos anos 1970: bancos se globalizam e governos se endividam
Empréstimos para ditaduras e governos autoritários da América Latina, 1973-82
Efeito Volcker: o pico das taxas de juros nos Estados Unidos e a crise mexicana de 1982
A crise internacional das dívidas desde 1982: contágio e renegociações. Tratava-se de uma crise mundial?
Renegociações, o Plano Baker/Brady e os paradoxos do final de uma década

5. A globalização financeira em fins do milênio, 1990-2006: por que se multiplicaram as crises?
Big bang: a globalização financeira é exportada de Londres para o mundo
Contradições políticas e econômicas da alavancagem globalizadora
A multiplicação das crises financeiras nos países emergentes entre 1994 e 2001
México: a crise dos “tesobonos” (1995) e o resgate internacional
As crises asiáticas e os novos colapsos financeiros na América Latina, 1997-2001
Lições das crises financeiras de 1994-2001
Os felizes anos 1990 se prolongam até 2006 nos Estados Unidos

6. A crise econômico-financeira de 2008-09
Origens da crise nos Estados Unidos, 2001-07
A incrível dinâmica do mercado hipotecário e os perigosos créditos subprime
Sinais de tormenta iminente: 2006-08
As semanas negras de setembro de 2008
Os resgates financeiros no Reino Unido e na União Europeia
Impactos e respostas à crise na América Latina
A crise de 2008: alguns contrastes com a Grande Depressão dos anos 1930

Epílogo. A Grande Recessão e as reformas da arquitetura financeira internacional
A Grande Moderação e os fracassos na previsão da grande crise
As investigações oficiais sobre a grande crise financeira
Mudanças na regulamentação bancária e na arquitetura financeira internacional?
Mudanças no sistema monetário internacional: fim do padrão dólar?
Futuro dos organismos multilaterais como FMI e Banco Mundial
Tributação e dívidas advindas da Grande Recessão: contradições globais

Apêndice
Bibliografia recomendada
Referências
Índice de gráficos, diagramas e tabelas
Agradecimentos

Folha de S. Paulo | 1/10/2016

Estado de Minas | 5/8/2016

DCI | SP | 7/7/2016

Impresso

R$ 59,00

COMPRAR