Detalhe do produto

Em busca do Brasil: Edgard Roquette-Pinto e o retrato antropológico brasileiro (1905-1935)

Livro Impresso ISBN: 9788522517077 Edição: 1 Ano: 2018 Largura: 15.00 cm Comprimento: 22.00 cm Peso: 597 gramas Número de Páginas: 480

Em busca do Brasil: Edgard Roquette-Pinto e o retrato antropológico brasileiro (1905-1935)

Autor(es): Vanderlei Sebastião De Souza
Obras do autor

Em Busca do Brasil é imprescindível para quem quiser entender a questão social, o pensamento racial e a condensação das ciências sociais no Brasil das primeiras décadas do século XX. O antropólogo Edgard Roquette-Pinto, figura intelectual chave na evolução do pensamento racial para além da condenação da miscigenação, na defesa da imigração e na consolidação da genética mendeliana como base de antropologia física no Brasil, foi interlocutor nos grandes debates sobre sociedade e nação no Brasil de sua época, produzindo um estreito diálogo com autores como Euclides da Cunha, Manoel Bomfim, Oliveira Vianna e Gilberto Freyre. Este livro é uma obra de pesquisa minuciosa que desvenda um projeto intelectual essencial para nosso entendimento da história intelectual, das políticas públicas e da ciência no Brasil.

Agradecimentos
Introdução

Capítulo 1 • Os anos de formação
Da fazenda “Bela Fama” ao Rio de Janeiro
O ingresso na vida pública carioca e no mundo da ciência
Entre a medicina e a antropologia física
O polêmico concurso de antropologia no Museu Nacional
Os estudos antropológicos do Museu Nacional no final do século XIX
Os primeiros trabalhos do jovem antropólogo
Viagem à Europa: o Congresso Universal de Raças de 1911

Capítulo 2 • Viagem ao Sertão do Brasil
Da Europa ao Sertão do Brasil
A experiência etnográfica
A proteção dos indígenas do Brasil
A descoberta do homem sertanejo
Roquette-Pinto, Os Sertões e os sertanejos
O discurso de uma geração

Capítulo 3 • O retrato antropológico do Brasil
A construção de um projeto intelectual
A “nossa gente” precisa ser conhecida
O diálogo com a “nova” antropologia física
Os “tipos antropológicos” do Brasil
O caráter psicológico dos brasilianos
A antropologia como instrumento político

Capítulo 4 • Debates sobre miscigenação racial
A genética mendeliana e a miscigenação como “combinação”
Os mestiços de Rehoboth e o diálogo com Eugen Fischer
Charles Davenport, os mestiços e as “desarmonias antropológicas”
Diálogos com a antropologia norte-americana
Brazil: laboratory of civilization – Diálogo com Rüdiger Bilden
Diálogos brasileiros: o dilema da miscigenação
O paradoxo de uma tese: o branqueamento

Capítulo 5 • Eugenia, população e imigração
“As leis da eugenia”
A eugenia no Brasil: confrontos e controvérsias
Os estudos sobre populações
A imigração e o povoamento do Brasil
O projeto de “seleção eugênica” dos imigrantes

Considerações finais
Fontes de pesquisa
Referências

Impresso

R$ 75,00 Em 2x de: R$ 37,50 No boleto: R$ 75,00

COMPRAR